Apoie o projeto, faça parte deste movimento!

Palavra da nossa fundadora

“Sempre gostei de escrever. Não sou profissional, tão pouco escritora. Mas sempre encontrei na arte de escrever uma maneira de amenizar dores, desabafar angústias e expor sentimentos. Cartas sempre fizeram parte da minha vida, e após a morte da minha mãe, elas se tornaram cada vez mais presentes. Quando fundei o Amor em Cartas, nunca imaginava que tantas pessoas também tinham a necessidade de se expressarem de uma maneira tão afetuosa. Foi quando encontrei nos milhares de voluntários e no propósito comum que todos tinham, que podíamos chegar até o coração das pessoas através de uma folha de papel. Levar toda palavra que escrita com amor pudesse transformar um momento bom ou ruim que qualquer ser humano estivesse passando. Espero que esse legado seja multiplicado, cada vez mais possamos abraçar as pessoas pelas cartas e mostrar que embora ninguém consiga curar todas as dores do mundo, podemos amenizar as pequenas dores e transformá-las em amor.

Inspiramos pessoas

Depoimentos

Sua motivação pode ser inspiração para que mais pessoas espalhem amor em cartas.

Acredito no poder da palavra e achei uma iniciativa muito sincera e delicada. Falta delicadeza no mundo, sobretudo em nosso cotidiano, e essa possibilidade de semear pequenas ações de carinho, sem pedir nada em troca, é inspiradora. Lembrou-me, de certa forma, Central do Brasil e, por isso me comoveu. Camila Mariana Aparecida da Silva


 Camila Mariana Aparecida da Silva
Minas Gerais/MG

A vontade de fazer o bem é sempre eminente em mim e, com esta proposta de faze-lo por meio das palavras e ainda atraves de cartas, meus anseios se realizam, haja vista ser desejosa fervorosa da comunicação escrita. Acredito ainda, que as cartas são "mágicas"! A pessoa que as escreve, enquanto transcreve seus sentimentos nas linhas do papel só tem seus pensamentos voltados aquele que as lerá. É algo sublime saber que alguem dispendeu tempo, sentimentos em prol de outro alguem. 

Mirela Tessele Soares
Criciúma/SC

Achei a proposta muito criativa e interessante. Gosto de receber cartas e acho que uma palavra amiga, mesmo de uma pessoa desconhecida, às vezes faz a diferença, nos auxiliando e motivando.


Liziana Maria Rodrigues
Juíz de Fora/MG